Sistema de Alinhamento Moral

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sistema de Alinhamento Moral

Mensagem por Kayui em Sab Out 13, 2018 3:06 pm


Sistema de
Alinhamento Moral
COMO FUNCIONA?

Créditos: Wikiantiga.

Bondade Legítima
Um personagem com essa tendência se comporta como todos esperam que uma pessoa boa o faça. Ele combina a vontade de combater o mal com a disciplina de lutar incessantemente. Ele diz a verdade, mantém sua palavra, ajuda os que estão em necessidade e combate as injustiças. Um personagem Leal e Bom detesta ver os culpados saírem impunes.

Bondade Neutra
Um personagem Neutro e Bom faz o melhor que uma pessoa boa conseguiria. Ele é devotado a ajudar os outros e colabora com reis e magistrados, mesmo não se sentindo obrigado a fazê-lo.

Bondade Caótica
Um personagem Caótico e Bom se comporta de acordo com a sua consciência, sem se preocupar com o que os outros esperam dele. Ele faz as coisas do seu jeito, mas é educado e benevolente. Ele acredita no bem, mas não vê utilidade para as leis e os regulamentos. Ele detesta quando as pessoas tentam intimidar os mais fracos e dizer-lhes o que fazer. Ele segue sua própria "bússola moral" que, embora tenha uma inclinação para o Bem, algumas vezes não coincide com as diretrizes da sociedade.

Neutralidade Legítima
Um personagem Leal e Neutro se comporta de acordo com a lei e a tradição, ou é dirigido por um código de conduta pessoal. Para ele, a ordem e a organização são importantíssimos. Ele pode acreditar em uma ordem pessoal e viver segundo um código ou padrão, ou acreditar em uma mesma ordem para todos e preferir um governo forte e organizado.

Neutralidade Pura
Um personagem Neutro sempre faz o que lhe parece ser uma boa idéia. Ele não se sente inclinado fortemente por um lado ou pelo outro quando o assunto é lei contra caos ou o bem contra o mal. Na maioria das ocasiões, a neutralidade é, na verdade, mais uma falta de convicção do que um compromisso com a própria neutralidade. Esse tipo de personagem considera o Bem melhor que o Mal. Afinal, ele prefere ter bons vizinhos e governantes. Ainda assim, ele não se vê pessoalmente inclinado a defender o bem de modo abstrato ou universal. Por outro lado, alguns personagens Neutros se dedicam filosoficamente à neutralidade. Eles consideram o Bem, o Mal, a Ordem e o Caos extremos perigosos e prejudiciais. Eles afirmam que, a longo prazo, o ponto intermediário da neutralidade é a opção mais favorável e equilibrada do cosmos.

Neutralidade Caótica
Um personagem Caótico e Neutro obedece apenas à sua vontade. Trata-se de uma pessoa individualista, que valoriza sua própria liberdade e não tenta proteger a liberdade dos demais. Ele evita a autoridade, ressente-se das restrições e desafia as tradições. Um personagem Caótico e Neutro não prejudica intencionalmente as organizações como parte de uma campanha em favor da anarquia. Para fazer isso, ele deveria se sentir inspirado pelo bem (com um desejo de libertar os outros) ou pelo mal (com uma vontade de causar sofrimento àqueles que discordam dele). Um personagem Caótico e Neutro pode ser imprevisível, mas seu comportamento não é totalmente aleatório. É mais provável que ele atravesse uma ponte, não que se atire dela.

Maldade Legítima
Um vilão Leal e Mau usurpa o que deseja metodicamente, dentro dos limites de seu código de conduta, mas sem se preocupar com quem será prejudicado. Ele se preocupa com a tradição, a lealdade e a ordem, mas não se importa com a liberdade, a dignidade ou mesmo com a vida. Ele joga segundo as regras, mas sem mostrar piedade nem compaixão. Sente-se confortável com a hierarquia e gostaria de governar, mas também aceita servir. Ele não condena os outros pelas atitudes que tomam, mas por sua raça, religião, terra natal ou posição social. Ele reluta em infringir as leis ou quebrar uma promessa; essa relutância, em parte, se deve à sua própria natureza, mas também à sua necessidade de organização para se proteger daqueles capazes de enfrentá-lo por diferenças morais. Alguns vilões Leais e Maus respeitam alguns tabus específicos, como não matar a sangue frio (ordenando essas execuções a seus subalternos) ou não permitir que crianças sejam feridas (sempre que puder ser evitado). Eles acreditam que esses escrúpulos os colocam acima dos vilões sem princípios. Um barão conspirador com planos de expansão e que explora seus servos é um exemplo de um personagem Leal e Mau. Algumas criaturas e pessoas leais e malignas são levadas a praticar o mal com o mesmo fanatismo que um cruzado tenta propagar o bem. Além de estar disposto a ferir os demais em proveito próprio, estes personagens sentem prazer na maldade como um objetivo final. Eles também são capazes de propagar o mal como parte de seus deveres para um deus ou mestre maligno. Leal e Mau é uma tendência muito perigosa, porque representa a maldade metódica, intencional e freqüentemente bem-sucedida.

Maldade Neutra
Um vilão Neutro e Mau fará o possível para sair impune e se preocupa única e exclusivamente consigo. Ele não derrama lágrimas por suas vítimas, matando para obter vantagens, por esporte ou por conveniência. Ele não tem apreço nenhum pela ordem e não sustenta a ilusão de que o respeito pela lei, pelas tradições ou por um código de ética o tornaria melhor ou mais nobre. Por outro lado, ele não tem a natureza inquieta ou a afeição pelo conflito que caracteriza um vilão Caótico e Mau. O criminoso que rouba e assassina para conseguir o que deseja é um exemplo de personagem Neutro e Mau. Alguns vilões neutros e malignos defendem a maldade como um ideal, propagando o mal como um objetivo. Muitas vezes, esses vilões são devotos de um deus ou seita maligna ou pertencem a sociedades secretas. Neutro e Mau é uma tendência muito perigosa, porque representa o mal puro, sem honra ou variação.

Maldade Caótica
Um personagem Caótico e Mau realiza o que sua ambição, ódio ou ânsia de destruição o inspiram a fazer. Ele tem um temperamento forte, traiçoeiro, é arbitrariamente violento, cruel e imprevisível. Ele simplesmente usurpa o que deseja, é brutal e não sente piedade ou remorso. Quando está propagando o mal e o caos, é ainda pior. Felizmente, seus planos são cheios de falhas e todos os grupos formados por esses personagens são pouco organizados. Em geral, os personagens Caóticos e Maus só conseguem trabalhar em equipe através da força, e seus líderes conservam seus cargos enquanto conseguem evitar as derrotas ou as tentativas de assassinato. Um feiticeiro louco, elaborando esquemas de vingança e destruição, é um personagem Caótico e Mau. Caótico e Mau é uma tendência muito perigosa, porque não representa somente a destruição da beleza e da vida, mas também da ordem onde elas são fundamentadas.

 






Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum